Westworld | S02E08: Kiksuya (Com Spoilers) "Leve meu coração quando partir"

Wesworld S02E08 Kiksuya Com Spoilers

Com um episódio completamente inesperado Westworld continua provando que ainda pode nos surpreender de várias maneiras. Kiksuya, dirigido por Uta Briesewitz quebrou com a dinâmica da série ao apresentar uma nova perspectiva sobre um personagem que sempre serviu como plano de fundo, construindo uma trama paralela tão interessante quanto a história corrente. Em primeiro momento, vemos Willian (Ed Harris) lutando para permanecer vivo, quando é encontrado por Akecheta (Zahn McClarnon), líder da Nação Fantasma, que protagoniza um meio termo entre resgate e sequestro. No acampamento, Willian é lembrado de seus atos detestáveis enquanto visitante.

O protagonismo muda de foco de maneira sutil quando Akecheta passa a contar sua história a filha de Maeve (Thandie Newton), pernonagem interpretada por Jasmyn Rae. Em uma viagem ao passado distante do parque, descobrimos que Dolores (Evan Rachel Wood) não foi a primeira anfitriã a despertar, uma fez que Akecheta conseguiu ter consciência de sua condição antes dela, e o que é ainda mais incrível, sem nenhuma interferência de seus criadores. Com uma cativante história de amor, conseguimos sentir cada perda do personagem, e ver como os anfitriões são afetados pelas trocas de corpos que são inseridos em lugar de outros, e as mudanças de narrativas. A reflexão sobre existência e o que nos faz humanos é posta mais uma vez em tela, proporcionando momentos intensos e provocativos. A dor de ser roubado de si mesmo e perder alguém que você ama é expressa em vários níveis chegando a tal ponto em que Akecheta consegue passar dez anos sem “morrer” para não perder suas memórias. Encontros com Ford (Anthony Hopkins), que tinha ciência desde muito tempo do estado de liberdade de Akecheta, e com Logan (Bem Barnes), que confidencia ao anfitrião que estavam os dois no mundo errado, fazem parte do arco de desenvolvimento do personagem, que tem por objetivo libertar seu povo e fugir do mundo controlado dentro do parque. Em um breve intervalo na história contada por Akecheta, Grace (Katjia Herbers) surge no acampamento para resgatar seu pai, prometendo que pode provocar mais sofrimento a ele que seus captores.

Enquanto isso, Maeve passa por um momento que pode salvar sua existência ou provocar sua morte final, quando Lee (Simon Quarterman) revela suas habilidades, o que chega ao conhecimento de Charlotte (Tessa Thompson). A capacidade de enviar comandos remotamente para outros anfitriões se mostra extremamente útil, uma vez que poderia colocar os rebeldes sobre o domínio da Delos novamente. Em um momento que sugere redenção, vemos Lee pedindo perdão a Maeve e reconhecendo que ela não merece todo sofrimento a que foi exposta, uma cena bem construída que também deve ter influência para o desfecho da temporada. A revelação do elo entre Maeve e Akecheta costura de maneira admirável um dos melhores episódios da série até agora.

A narrativa de Dolores, Bernard (Jeffrey Wright), seus respectivos grupos e linhas temporais, foi deixada de lado por esse episódio, mas nessa reta final de temporada ainda teremos muito com o que nos impressionar.

Westworld é exibida todo domingo pela HBO, e também está disponível no serviço de streaming do canal.

Para mais informação sobre Westworld, curtam e sigam nossas Redes Sociais.