Westworld | S02E05: Akane no Mai (Com Spoilers) "Esse é um mundo novo, e nesse mundo você pode ser quem quiser"

Westworld S02E05 Akane no Mai Review Woo Who

Como já era esperado, o quinto episódio da segunda temporada de Westworld deu foco aos personagens que não foram vistos no capítulo anterior. Em Akane no Mai, dirigido por Craig Zobel, fomos apresentados não só a um novo setor do parque, mas a uma infinidade de novas possibilidades, tanto na narrativa de Dolores (Evan Rachel Wood) quanto na de Maeve (Thandie Newton). As personagens tomam decisões inesperadas, aumentando ainda mais o interesse pela série.

No primeiro momento de cena, vemos Bernard (Jeffrey Wright) e a equipe militar da Delos separando corpos de anfitriões e funcionários em uma das salas de controle do parque. A sequência mostra de forma sutil o quão semelhantes são os cadáveres, brincando mais uma vez com a perspectiva do espectador sobre os conceitos de humanidade e existência, sempre presentes na série. Bernard se mostra deslocado, enquanto os corpos encontrados no lago são retirados, ele caminha entre anfitriões que estão tendo seu cérebro retirados para análise. Karl Strand (Gustaf Skarsgård) se depara com mais um enigma, ao descobrir que boa parte dos anfitriões não guarda dado algum, como se nunca tivessem sido programados. Em um breve momento, a dúvida sobre Karl saber ou não da condição de Bernard é resgatada.

Maeve e seu grupo se encontram em seu caminho um samurai errante, que os faz de prisioneiros após o comando de voz de Maeve simplesmente falhar. Lee (Simon Quarterman) se mostra útil ao revelar detalhes sobre a programação dos anfitriões, informando que eles estão habilitados a falar qualquer língua, e o fato do comando de Maeve não ter funcionado pode indicar um problema ainda maior. Os acontecimentos seguintes mostram que cenário ambientado no Japão feudal tem traços muito próximos a Westwold, criando ecos dos personagens que já conhecemos. A sequência do assalto ao banco protagonizada por Hector (Rodrigo Santoro) na primeira temporada é recriada com arcos e espadas, criando uma excelente cena de ação onde Musashi (Hiroyuki Sanda) externa sua semelhança com Hector, assim como Hanaryo (Tao Okamoto) tem a programação semelhante a Armistice (Ingrid Bolsø Berdal) e Akane (Rinko Kikushi) é uma versão oriental da Maeve, possuindo o mesmo instinto maternal que Maeve demonstra ainda mais nesse episódio.

Ao descobrir seus reflexos no parque oriental, os anfitriões passam a apresentar defeitos, com exceção de Maeve. Inseridos em uma nova narrativa, o grupo tem que usar de inteligência para alcançar uma parte do parque que lhes dê acesso aos tuneis inferiores, o que se prova mais um desafio, uma vez que a própria narrativa está alterada devido ao mal funcionamento de um anfitrião específico. Em meio a um conflito, Maeve descobre um outro nível de controle de seus iguais, acessando de alguma forma suas programações, sem proferir palavras. Em um breve momento, vemos o desenho de uma mariposa no chão, que curiosamente lembra muito um labirinto, o que pode indicar a influência de Ford também nesse setor do parque, ou algo ainda maior.

Dolores faz participações rápidas nesse episódio, não deixando de demonstrar sua nova forma de perceber o mundo, e o quanto a personagem funciona em uma posição de autoridade. Sua relação com o Teddy (James Mardsen) serve para mostrar as diferenças entre suas perspectivas de futuro, conduzindo os dois a um momento mais espontâneo, quando finalmente os anfitriões transam sem aparentemente estarem seguindo o roteiro de narrativa. Dolores conduz os acontecimentos com maestria, ao mesmo tempo que demonstra sua afeição por Teddy, reconhece que ele não está pronto para cumprir sua missão da forma em que está, fazendo com que um funcionário feito prisioneiro altere a programação de Teddy. Uma cena rápida, mas capaz de chocar quem acompanha a série, pois a imagem de que Dolores está cada vez mais maquiavélica fica ainda mais evidente. Dentro desse contexto, o quão Dolores é diferente de seus criadores?

O encontro do Homem de Preto (Ed Harris) e sua filha vai ter que esperar mais uma semana, mas a forma como a série vem sendo bem executada cria uma relação de confiança entre Westworld e seus espectadores.

Westworld é exibida todo domingo pela HBO, e também está disponível no serviço de streaming do canal.

Para mais informação sobre Westworld, curtam e sigam nossas Redes Sociais.